Categorias
Blog

Como entrar no Metaverso? Saiba por onde começar

O Metaverso é um espaço compartilhado virtual coletivo, criado pela convergência de realidade física virtualmente aprimorada e inteligência artificial. Em outras palavras, são tecnologias que reproduzem a vida física no ambiente digital. E como entrar no Metaverso?

Esse fenômeno natural crescerá exponencialmente e se tornará cada vez mais acessível ao longo do tempo, motivo pelo qual é fundamental saber o que é preciso para ingressar neste ambiente. 

Ele será a próxima grande plataforma social, onde as pessoas podem se encontrar, interagir e fazer negócios sem estar fisicamente no mesmo local. 

Você sabe o que é preciso para entrar no Metaverso? Explicamos essa e outras questões neste artigo.

O que é possível fazer dentro do Metaverso?

O usuário pode explorar diferentes mundos virtuais, interagir com outros usuários, participar de eventos, trabalhar em casa, socializar com pessoas, participar de conferências virtuais e muito mais.

Basicamente, é o futuro da interação social e do comércio, e é limitado apenas pela imaginação. Ou seja, é possível fazer tudo aquilo que é feito na vida real.

Em pesquisa realizada no final de 2021 com internautas, o Statista Research Department identificou as principais razões para os usuários se juntarem ao Metaverso. Veja:

  • 44% declararam que o investimento em criptomoedas e NFTs é a principal razão;
  • 48% declararam que a arte e o entretenimento ao vivo são a principal razão para se juntar ao Metaverso;
  • Mais da metade dos entrevistados apontaram as possibilidades de trabalho, como espaços de trabalho virtuais e networking.

E como entrar no Metaverso? Antes de seguir um passo a passo, é fundamental compreender quais são as principais possibilidades dessa inovação.

Quais são os principais Metaversos?

A ideia de Metaverso é criar um ambiente virtual único que une diferentes universos. 

Atualmente, é possível explorar esse ambiente por meio de alguns aplicativos, pois ainda não temos um modelo de internet capaz de suportar o Metaverso na prática.

É necessário atingir a Web 3.0, que será mais descentralizada, aberta e sem barreiras entre aplicativos. 

Essas características da futura internet permitem uma experiência totalmente imersiva e a troca de informações entre usuários e entre diferentes ambientes online.

Feita essa observação, quais são as plataformas do Metaverso mais conhecidas?

  • The Sandbox: é um jogo em que o usuário cria sua vida digital por meio de avatares e que conta com moeda digital (SAND) e economia próprias do jogo.
  • Horizon Worlds: é um mundo social virtual que permite interação e exploração por meio de avatares. É uma das criações mais recentes da Meta, pois surgiu em 2021.
  • Second Life: é um jogo que traz um ambiente virtual 3D que simula a vida real. Cada jogador possui seu avatar e consegue interagir e socializar com os demais. Criada em 2003, é uma das mais antigas plataformas de Metaverso.
  • Decentraland: é um ambiente virtual que serve para negociar terrenos digitais e interagir em jogos, desafios, negociações de propriedades e ativos, e exposições. A plataforma possui, inclusive, suas próprias moedas digitais (MANA e LAND).

Se você está interessado em saber como entrar no Metaverso, é importante conhecer esses espaços e escolher a plataforma que mais se adapta às suas necessidades e interesses.

Como entrar no Metaverso? Passo a passo completo

Como entrar no Metaverso?

Agora que você já conhece um pouco sobre o assunto, como entrar no Metaverso? Seguem os passos básicos:

1º passo: Garanta uma conexão estável de internet

O que é preciso para entrar no Metaverso? Estamos abordando um mundo virtual com recursos animados e de interatividade. Portanto, a conexão estável de internet é fundamental.

Vimos a chegada do 5G no Brasil, que agora está presente em todas as capitais do país. Esse é um ponto positivo, pois essa tecnologia torna a transferência de dados mais rápida e aprimora a experiência do usuário no Metaverso.

2º passo: Invista em um ou mais hardwares

Na sequência do passo a passo para entrar no Metaverso, é importante ter um hardware com bom desempenho.

Isso pode ser um computador com boas configurações e até mesmo um smartphone. Não é necessário investir em equipamentos de alta tecnologia.

Por outro lado, quanto menos equipamentos, mais afetada ficará a experiência imersiva no mundo virtual, que é o que realmente faz a experiência ser satisfatória.

Diante deste cenário, o usuário pode utilizar o smartphone para ter uma prévia do que é essa imersão. Mas recomenda-se o uso de um par de óculos inteligentes ou fone de ouvido de realidade virtual.

Em resumo, bons recursos oferecem uma experiência mais imersiva e real, mas tem como entrar no Metaverso sem equipamento algum.

3º passo: Organize a sua carteira digital, mesmo que não seja obrigatório

“Tem como entrar no Metaverso de graça?”

Sim. O usuário consegue entrar nas plataformas de Metaverso sem custo para desfrutar de recursos básicos, como explorar e socializar.

No entanto, é importante ter uma carteira digital com criptomoedas para comprar itens para o avatar, cenários, ferramentas, e também para realizar outras atividades nas plataformas, como negociar criptoativos.

Ou seja, uma carteira digital será essencial para viver uma experiência completa no Metaverso.

Essa carteira funciona a partir da tecnologia blockchain, e sua descentralização é o que permite o uso das moedas digitais como forma de pagamento sem a necessidade de intermediários.

É comum que cada plataforma tenha sua própria moeda virtual, como apontamos. Por isso, é importante se informar como adquiri-las e como manter a carteira organizada.

4º passo: Crie seu avatar na plataforma escolhida

O passo seguinte para aprender como entrar no Metaverso é a criação do avatar na plataforma.

Ele é importante para que os demais usuários o reconheçam, algo fundamental no ambiente profissional. Cabelo, roupas, acessórios, cor dos olhos, tudo isso pode ser escolhido na plataforma de Metaverso.

Algumas delas, inclusive, permitem criar avatares com características humanas, mas com muitos recursos e possibilidades para que ele pareça com um ser alienígena ou com algum animal.

5º passo: Explore as possibilidades do Metaverso

Por fim, como entrar no Metaverso e aproveitar todas as possibilidades?

Uma dica é buscar comunidades com interesses em comum, visto que essa plataforma permite compartilhar de experiências com pessoas de todo o mundo.

Além disso, com a crescente implementação da tecnologia blockchain e sua descentralização nas plataformas de Metaverso, está a possibilidade de realizar compras com criptomoedas, como já comentamos.

Outra ideia em alta nos dias atuais é a atuação como influenciador digital e a participação em eventos virtuais de diversos segmentos como educação, música e negócios.

Explore as possibilidades na prática e entenda como a imersão nas plataformas pode ser parte da sua vida no dia a dia ou no trabalho.

O que é necessário para entrar no Metaverso?

O que é necessário para entrar no Metaverso?

Após compreender o passo a passo para entrar no Metaverso, o usuário precisa conhecer algumas tecnologias disruptivas que ganharam o mundo recentemente e que aprimoram essa experiência.

O que é preciso para entrar no Metaverso? Comecemos pelas criptomoedas.

Criptomoedas

As criptomoedas são comumente usadas como forma de pagamento no Metaverso, seja por Bitcoin, Ether ou pela moeda virtual própria da plataforma.

O usuário precisa ter uma carteira digital, como explicamos, para utilizar esses ativos digitais para comprar itens e serviços dentro desse ambiente.

Fique atento às especificidades de cada plataforma de Metaverso. Na Decentraland, por exemplo, é necessário ter os criptoativos MANA e LAND para realizar ações, como comprovar a posse de um terreno virtual.

NFTs

NFTs é a sigla para “Non-Fungible Tokens”. Na prática, são tokens digitais com características únicas, que não podem ser substituídos por outros iguais.

Eles estão se popularizando rapidamente como forma de pagamento nas plataformas de Metaverso, pois apresentam características únicas e são assegurados pela blockchain.

Enquanto as criptomoedas são ativos que podem ser intercambiáveis (mesma unidade de valor), os NFTs são únicos e insubstituíveis, sendo uma espécie de objeto colecionável do Metaverso.

Se você comprou um terreno na Decentraland, comprou um NFT daquele terreno. A blockchain garante sua posse por meio do registro, que não pode ser modificado nem deletado.

Blockchain

Não é possível aprender como entrar no Metaverso sem compreender a blockchain. Esta tecnologia permite o uso de criptomoedas como forma de pagamento nas plataformas e o registro de propriedades virtuais no ambiente digital.

Por ser um livro contábil descentralizado e público, não há necessidade de intermediários, e todos os usuários podem acessar a informação imutável.

Considere novamente a compra do terreno, em que o usuário possui um NFT do imóvel registrado na blockchain. Essa espécie de certificado digital prova que ele é o dono e tem direitos sobre aquele bem.

O registro na blockchain fica público para que todos possam atestar sua posse.

Por isso, é uma das tecnologias que dá base para a própria existência do Metaverso.

Óculos de realidade virtual

O que é preciso para entrar no Metaverso? Até o momento, as três tecnologias mencionadas são de grande relevância. Mas para aprimorar a experiência imersiva do usuário, recomenda-se o uso de óculos de realidade virtual.

Eles auxiliam na imersão do usuário como se fosse um mundo real, com gráficos 3D e efeitos sonoros criados pela Realidade Virtual.

Algumas plataformas e games, como a Horizon Worlds, da Meta, só funcionam com os óculos VR da Oculus. Portanto, caso o usuário escolha esse espaço, deverá investir em um óculos específico para aproveitar de forma completa a plataforma.

Joysticks

Os Joysticks são complementares aos óculos de realidade virtual pois são utilizados como controles de movimentação para navegar pelo ambiente com mais facilidade.

Ou seja, permitem a interação entre virtual e real a partir da Realidade Virtual (VR) e da Realidade Aumentada (AR).

Quanto custa entrar no Metaverso?

Quanto custa entrar no Metaverso?

Há custos variados com a entrada no Metaverso. O usuário precisará investir em criptomoedas como forma de pagamento, e seu custo varia conforme o ativo escolhido e as taxas de transação.

Além disso, como comentado anteriormente, algumas plataformas e jogos exigem óculos de realidade virtual específicos para serem melhor aproveitados.

Portanto, considerando custos com criptomoedas, hardware como óculos VR e joysticks, e com possíveis compras dentro das plataformas, é preciso estar ciente de que a entrada no Metaverso pode ter um investimento alto.

No entanto, com o crescimento do mercado de Metaverso, é comum encontrar opções com preços mais acessíveis. Além disso, como há possibilidade de ganho com transações no Metaverso e com NFTs, existem também chances para obter lucros com esses investimentos.

Vale lembrar, por fim, que tem como entrar no Metaverso de graça. As plataformas permitem o acesso gratuito para explorar e socializar, como já apontado.

Como começar a investir no Metaverso?

Uma pesquisa da Statista de março de 2022 aponta que 22% das empresas que já investiram no Metaverso acreditam que ele é o “o futuro” do ponto de vista empresarial e que ele estava “cheio de oportunidades”.

Cerca de 17% pontuaram que o espaço é uma nova maneira de fazer negócios. Se considerarmos esses dados e os benefícios apontados em relação a ele, é interessante considerá-lo também como um investimento, certo?

Com o passo a passo para entrar no Metaverso, a próxima pergunta é como investir neste espaço.

Há diversas formas de investir, como:

  • Investir em startups que trabalham com Metaverso: é um aporte direto nessas empresas;
  • Comprar NFTs: existem tokens não-fungíveis com valor potencial de crescimento, como terrenos virtuais na Decentraland.
  • Investir por meio de fundos de investimentos: são fundos focados em ações de empresas ligadas ao setor e no próprio Metaverso. Como seu desempenho depende do sucesso da plataforma ou da empresa, é bastante volátil.
  • Fazer aplicações com criptomoedas (“moedas do Metaverso”): elas possuem valor dentro e fora deste universo, e são objeto de compra e venda com moedas fiduciárias, como real e dólar. Podem ganhar ou perder valor, e o investidor lucra com a diferença de valor ao comprar ou vender.

Como em outros mercados, é importante ficar atento às oportunidades e fazer uma pesquisa de mercado antes de tomar qualquer decisão como investidor.

É fundamental escolher com cautela as plataformas com as quais se deseja investir e estar atento ao contexto como um todo. Com planejamento e cautela, é possível lucrar com o Metaverso como com qualquer outro tipo de investimento financeiro.

Conclusão

Saber como entrar no Metaverso é entender o próprio funcionamento deste espaço virtual compartilhado. Ele é fruto de um processo contínuo de inovação da internet e está em crescimento, com diversas plataformas e oportunidades surgindo. 

Para aproveitá-lo de forma completa, existem alguns aspectos que devem ser considerados, como as tecnologias utilizadas no ambiente e, claro, as plataformas.

Certo é que esta inovação disruptiva tem potencial de modificar a forma como nos relacionamos em sociedade. Não à toa, as possibilidades de investimento são cada vez mais amplas, ainda que sejam arriscadas. 

Conheça mais sobre as inovações disruptivas!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.