Categorias
Blog

Como a inteligência artificial nas empresas tem sido usada para melhorar os processos?

Os dados se tornaram um item de absurdo valor dentro dos negócios. Não só pela sua quantidade, mas pela sua participação na tomada de decisões.

Para ajudar nisso, tem sido mais frequente perceber a presença da inteligência artificial nas empresas brasileiras — e no mundo.

O grande destaque dela vai para o fato de que, como ela reproduz atividades humanas, essa tecnologia consegue fazer o que as pessoas fazem em um tempo muito menor.

Estamos cercados por IA em tarefas cotidianas e no ambiente corporativo não seria diferente .Como consequência disso, passam a ser possíveis muitos usos dela dentro de organizações, desde internet banking até recrutamento de candidatos. 

Nessa esteira, é bem claro que os bons gestores precisam estar atentos ao que podem utilizar da IA ao seu favor. Por isso, nesse artigo, vamos explorar bastante esse conteúdo considerando o contexto dos negócios.

Boa leitura!

Procurando como aumentar o desenvolvimento de executivos e ampliar a visão de negócios? Conheça o Executive Program e transforme seu mercado!

Qual o impacto da inteligência artificial nas empresas?

A inteligência artificial, de forma simples, envolve a capacidade de fazer com que as máquinas simulem o raciocínio humano.

Mas o que realmente chama atenção em relação a essa solução é porque ela consegue ampliar seus conhecimentos com o tempo, por meio de sistemas de aprendizado que analisam grandes volumes de dados.

Assim, a inteligência artificial e uso de dados nas empresas passam a ter uma forte relação. E o seu impacto já tem sido percebido no próprio mercado de negócios.

Um dos dados que mostram isso é o revelado pela IBM.

A pesquisa descobriu que a presença da inteligência artificial nas empresas brasileiras chegou ao valor de 41%, ou seja, 4 em cada 10 empresas no Brasil implementam ativamente a tecnologia.

E qual é a principal razão para isso? Os desafios da pandemia do COVID-19 e a necessidade de transformação digital.

No Brasil, ainda segundo o estudo, a adoção de diferentes tipos de inteligência artificial está sendo impulsionada por três principais razões:

  • avanços que tornam a IA mais acessível às empresas (56%);
  • crescente incorporação em aplicativos de negócios padrão (48%);
  • necessidade de reduzir custos e automatizar processos-chave (39%).

Tudo isso tem interferido fortemente no mercado, fazendo com que as empresas — e seus líderes — que não adotaram ainda a IA, passem a precisar olhar para ela.

Exemplos de inteligência artificial nas empresas

Considerando essa tecnologia como uma solução positiva para as empresas, é preciso entender como aplicar inteligência artificial nas empresas.

Para isso, vamos apresentar os principais exemplos de inteligência artificial nas empresas que podem ser usados. São eles:

  1. Chatbots;
  2. Assistentes virtuais;
  3. Aplicações para gestão;
  4. Internet banking;
  5. Recrutamento e seleção de candidatos;
  6. Pesquisa de satisfação;
  7. Machine learning para vendas.

A seguir, vamos explicar melhor cada um desses usos!

Chatbots

Muito provavelmente você já se deparou com um chatbot em algum site ou até mesmo dentro de um aplicativo. E essa é uma das principais aplicações da inteligência artificial nas empresas.

Ele é responsável por fazer a interação do usuário com a marca, seja para tirar dúvidas, direcionar a escolha do cliente ou até mesmo vender um produto ou serviço.

Com isso, é possível diminuir os custos operacionais da empresa e ainda aumentar a eficiência, uma vez que o chatbot está disponível para atender diversos clientes ao mesmo tempo.

Assistentes virtuais

Seguindo com as ferramentas de inteligência artificial, temos os assistentes virtuais. Eles foram criados para automatizar tarefas que antes as pessoas executavam, como envio de e-mails, agendamentos e até mesmo para criar relatórios.

Dessa forma, os assistentes virtuais tornam o dia a dia dos colaboradores mais produtivo e ainda podem ser configurados para fazer tarefas mais complexas.

Uma das mais famosas é a Siri, assistente da Apple. Para que o serviço continue sendo melhorado, esse tipo de software costuma ser constantemente atualizado, pois a IA vai aprendendo com o tempo, como falamos.

Aplicações para gestão

Na área de gestão, a inteligência artificial nas empresas também tem sido bastante utilizada. Isso acontece porque ela consegue elaborar relatórios em tempo real e ainda fazer análises mais precisas de dados.

Com isso, é possível tomar decisões mais corretas e acompanhar o andamento dos processos da empresa, diminuindo riscos e aumentando a produtividade.

Uma das principais ferramentas para isso é o Tableau, que usa inteligência artificial para fazer análises de dados em tempo real.

Internet banking

Mais um dos exemplos de inteligência artificial nas empresas é a tecnologia no internet banking, muito associado a mecanismos de segurança.

Nesse caso, os servidores que hospedam o site possuem o serviço de IA vinculado e conseguem identificar tentativas de ataques mais rapidamente.

Com ela, é possível fazer transações financeiras de forma segura e ainda automatizar tarefas, como o pagamento de contas.

Essa tecnologia tem facilitado bastante a vida dos clientes das instituições financeiras e ainda tornou o dia a dia dos bancos mais ágil.

Recrutamento e seleção de candidatos

Outra forma de como aplicar inteligência artificial nas empresas é na área de recrutamento e seleção de candidatos. E isso acontece da seguinte forma:

As empresas cadastram as vagas disponíveis em sites de busca de emprego e a IA  responsável por fazer a leitura dos currículos. A ideia é agilizar o processo seletivo.

Com isso, ela combina as necessidades de cada vaga oferecida com a pessoa mais adequada. No entanto, é preciso ter cuidado com os filtros para isso, evitando dar margem para práticas antiéticas.

Pesquisa de satisfação

Para melhorar ainda mais os serviços prestados, um dos tipos de inteligência artificial que tem se tornado mais comum é a associação com pesquisas de satisfação.

A ideia é obter dados para saber como está o nível de satisfação dos clientes. Com isso, é possível identificar problemas e ainda tomar medidas para corrigi-los, fidelizando os consumidores.

Para isso, são enviados questionários por e-mail ou até mesmo por mensagens de texto e a IA é responsável por fazer a análise dos dados.

Com base nessas informações, a empresa pode tomar diversas ações para melhorar a sua relação com o público.

Machine learning para vendas

Para finalizar, vamos falar de uma das aplicações da inteligência artificial nas empresas específica: o machine learning. Ele tem sido bastante utilizado nas vendas das empresas.

O machine learning é uma tecnologia que usa algoritmos para “aprender” com os dados fornecidos, de forma a melhorar as suas previsões.

Com isso, é possível analisar o comportamento dos clientes e oferecer produtos mais adequados para cada um deles, aumentando as chances de fechar uma venda.

Além disso, o machine learning também pode ser usado para monitorar o perfil dos clientes e fazer uma análise das suas necessidades. O objetivo é sempre personalizar mais o serviço.

Quais os benefícios da inteligência artificial para as empresas?

Quais são os benefícios da inteligência artificial nas empresas?

Se cada vez estamos vendo mais inteligência artificial nas empresas brasileiras, é porque ela tem trazido mais retornos. Por isso, é fundamental destacar quais são os benefícios da IA para os negócios. A seguir, vamos abordar os principais!

Redução de custos operacionais

O primeiro benefício em relação à inteligência artificial nas empresas é a redução dos custos operacionais.

Como vimos, a IA nas empresas é capaz de automatizar diversas tarefas, o que torna o trabalho mais ágil e barato.Se você gasta menos tempo para realizar uma ação, sobra mais para fazer outras atividades. Logo, a produtividade aumenta.

Ao mesmo tempo, se tem a diminuição da mão de obra, o que também pode ser um corte nos gastos da empresa, desde que feito de forma inteligente.

Otimização de processos

Outro benefício de usar as ferramentas de inteligência artificial nas empresas é a otimização dos processos.

Como vimos, essa tecnologia pode ser usada nas mais diversas áreas das organizações, tanto no front-end, como o atendimento ao cliente, quanto no back-end, como a gestão de estoque.

E isso acontece porque além de tornar as tarefas mais ágeis e práticas, a IA faz isso com qualidade. 

Com isso, mais uma vez, há uma melhora significativa na produtividade da equipe e, consequentemente, nos resultados obtidos pela organização.

Segurança de dados

Ainda vale destacar que a inteligência artificial nas empresas pode também ser usada para garantir a segurança de dados.

Como vimos, ela é capaz de analisar um grande volume de informações e, assim, identificar padrões.

Dessa forma, é possível fazer uma análise mais precisa de quais são as ameaças e tomar as medidas necessárias para minimizá-las.

Isso torna a IA uma grande aliada para as empresas, que precisam estar cada dia mais atentas às ameaças tecnológicas.

Quais empresas utilizam inteligência artificial?

Depois de apresentarmos a inteligência artificial e uso de dados nas empresas, é interessante ver como tudo isso acontece na prática.

E o melhor é conhecer as empresas de maior sucesso utilizando a IA. Por isso, vamos falar um pouco sobre as aplicações da inteligência artificial nas empresas a seguir. Acompanhe!

Bradesco

A inteligência artificial do Bradesco

O Bradesco é um dos bancos que mais investem em IA. A instituição criou a BIA, a assistente virtual da empresa que se tornou case mundial.

A BIA é uma das ferramentas de inteligência artificial que tem como objetivo atender os clientes do banco de forma ágil.

Ela consegue ajudar a pagar contas, consultar saldos, e ainda faz transferências entre contas do Bradesco. Como tem essas funções, o sistema é inteligente o suficiente para aprender com as interações e melhorar a cada dia.

O interessante é que a BIA começou como algo para melhorar processos internos e só depois foi ampliada para ser uma forma de atendimento aos clientes do branco.

Facebook

A inteligência artificial do Facebook

O Facebook também é uma das principais empresas a investir na inteligência artificial no seu nicho.

A Meta, empresa responsável por ela e também pelo Instagram, por exemplo, usa a tecnologia para fazer uma análise de conteúdo e, assim, entender o que os seus usuários estão postando.

Com isso, o algoritmo é capaz de mostrar para cada pessoa os conteúdos que mais te interessam. E isso torna a experiência do usuário cada dia melhor, uma vez que você não precisa perder tempo procurando pelo que quer ver.

Outro exemplo é o Deep Text, que é uma IA que entende o texto e, assim, consegue entender o estado emocional das postagens, além de ajudar na identificação de spam.

Apple

A inteligência artificial da Apple

A Apple também utiliza essa tecnologia em diversos de seus produtos. A Siri, por exemplo, como já falamos antes, é uma das principais tipos de inteligência artificial da companhia e foi criada com base nessa tecnologia.

Mas há também outras soluções que a marca aposta, como o Face ID, que é um método de desbloqueio facial baseado em reconhecimento de faces.

Além disso, a Apple tem usado a IA para processar fotos e vídeos, melhorar os recursos de mapas e oferecer sugestões de apps.

Em 2018, por exemplo, a marca também lançou o HomePod, um alto-falante smart que usa a IA para fornecer música personalizada, notícias, tempo e outras informações.

Netflix

A inteligência artificial da Netflix

Ferramentas da inteligência artificial também estão presentes na Netflix.

De forma semelhante ao Facebook, a plataforma usa a tecnologia para analisar o histórico de visualização dos seus usuários e, assim, oferecer conteúdos personalizados para cada um.

A inteligência artificial também é usada para fazer a análise de tráfego e, assim, otimizar a entrega do conteúdo. Dessa forma, é possível minimizar os problemas de buffering e aumentar a qualidade do vídeo.

Outro exemplo é o sistema de busca da Netflix, que usa inteligência artificial para classificar os conteúdos e tornar mais fácil para os usuários.

Google

A inteligência artificial do Google

Em último lugar, não poderia faltar o Google quando se está falando de IA. A companhia é uma das principais pesquisadoras nessa área e investe em diversos projetos.

O Google Now, por exemplo, é um dos sistemas de inteligência artificial mais avançados do mercado e está presente nos dispositivos da marca.

Com ele, assim como a Siri, é possível fazer tarefas como agendar compromissos, enviar mensagens e até mesmo comprar produtos.

Mas a IA também chama atenção nos mecanismos de busca. O Google usa inteligência artificial para fazer a análise do conteúdo da internet e entregar os melhores resultados para as pesquisas.

Isso é possível graças ao Rank Brain, que é um algoritmo de inteligência artificial baseado em aprendizado da máquina que ajuda o Google a classificar os resultados das buscas.

Leia também sobre como a IA, junto com a neurociência e a psicologia, consegue criar um modelo mental do pensamento humano!

Conclusão

Nesse artigo, vimos como aplicar inteligência artificial nas empresas e, principalmente, os benefícios de apostar nessas soluções.

Empresas como Facebook, Apple e Netflix já estão utilizando a IA em seus processos e, como vimos, isso gera diversos ganhos.

São eles, principalmente, a otimização de processos, o aumento da produtividade e a melhoria da qualidade dos serviços.

É por isso que as empresas e os líderes delas que não têm acompanhado esse processo precisam se atualizar e perceber o quão positivo é incorporar a