Categorias
Blog

O que é Internet das Coisas e o que faz o especialista na área?

O especialista em Internet das Coisas é o profissional que atua na área de IoT com o desenvolvimento de aplicativos e plataformas, a segurança de dados e outros aspectos da tecnologia da informação.

A formação desejável para este profissional se dá em áreas afins à tecnologia, como ciências da computação e TI. Porém, há outros campos que podem se beneficiar de um curso focado em IoT.

Neste artigo, explicamos brevemente o conceito de IoT e o mercado de trabalho para este profissional, bem como suas possíveis áreas de atuação.

Boa leitura!

O que é Internet das Coisas?

Internet das Coisas, ou IoT, é um conceito que se popularizou nos últimos anos e que tem como objetivo a integração de diversos dispositivos e sistemas por meio da internet.

Basicamente, trata-se da comunicação entre objetos do dia a dia, que podem ser equipamentos eletrônicos, veículos, máquinas industriais e outros dispositivos, de forma a melhorar o controle e a monitoração destes sistemas.

Neste contexto, vemos aparecer as chamadas casas e cidades inteligentes, que usam a tecnologia para otimizar o uso de recursos e aumentar a segurança e o bem-estar da sociedade e das pessoas.

Por isso, o mercado de trabalho relativo a esta tecnologia vem se desenvolvendo bastante.

Internet das Coisas: como está o mercado de trabalho nessa área?

O mercado de trabalho de IoT está crescendo de forma significativa.

Dados da Statista apontam que o mercado global de Internet das Coisas (IoT) valia cerca de US$ 389 bilhões de dólares em 2020. A previsão é de que suba para mais de US$ 1 trilhão de dólares em 2030, o que significaria duas vezes sua receita em dez anos.

A mesma pesquisa diz que existem uma previsão de que o número de dispositivos conectados a IoT em todo o mundo será triplicado durante este período no tempo.

Diante destes números, podemos perceber o grande potencial que esse mercado apresenta e, consequentemente, a grande demanda por profissionais especializados.

E quais são os setores que se destacam pela necessidade de ter especialistas em Internet das Coisas? Veja a seguir:

  • Tecnologia 5G: as soluções vinculadas à internet se tornam mais acessíveis a partir das conexões mais rápidas e melhor distribuição pelas redes de telefonia.
  • Casas inteligentes: a automação residencial vem ganhando terreno com as novas soluções, como as assistentes pessoais eletrônicas que acionam dispositivos por comando de voz.
  • Agricultura: a implementação de máquinas inteligentes para monitoramento de clima e controle de pragas, bem como os tratores autônomos que aceleram o processo produtivo, são exemplos de aplicação da IoT no campo.
  • Automação industrial: a partir das soluções de IoT na indústria, todo o processo produtivo pode se beneficiar da automação, que assume tarefas complexas, oferece maior controle sobre a produção e aprimora manutenção dos equipamentos.
Mercado de trabalho para Especialista em Internet das Coisas

Sobre este último campo, vale destacar outra pesquisa da Statista sobre o mercado global de Internet das Coisas industriais (IIoT).

Ele foi avaliado em mais de 263 bilhões de dólares em 2021. Espera-se que o mercado cresça em tamanho nos próximos anos, atingindo cerca de 1,11 trilhão de dólares até 2028.

Perceba que existe uma grande demanda no ambiente corporativo e nas indústrias, mas também em situações de âmbito pessoal.

Certo é que o mercado está em crescimento com as soluções de automação e integração entre o digital e o físico .

Por isso, os especialistas em Internet das Coisas serão ainda mais valorizados com o passar do tempo. Isso, é claro, se eles se capacitarem de forma qualificada nessas inovações tecnológicas.

Como funciona o curso de Internet das Coisas?

O curso de Internet das Coisas pode ser oferecido em três níveis diferentes: técnico, tecnólogo e pós-graduação (especialização).

A graduação de nível tecnólogo oferece uma formação superior rápida e focada na prática do mercado. O foco é habilitar profissionais a planejar, desenvolver, analisar e testar sistemas para IoT.

Já a especialização tem como objetivo aprimorar o conhecimento dos profissionais da área para que atendam às demandas do mercado de trabalho para especialista em Internet das Coisas.

Cada curso apresenta uma duração específica, e as instituições de ensino podem oferecê-lo nas modalidades presencial e a distância.

Em termos de conteúdo, é comum que ocorra a separação em diversos módulos, que podem abordar os seguintes temas:

  • Introdução ao conceito de IoT e seus principais componentes;
  • Introdução às tecnologias de Big Data e às ferramentas de análise de dados;
  • Aplicações de IoT nas áreas de saúde, meio ambiente, mobilidade, logística e outros campos;
  • Plataformas de desenvolvimento, redes de sensores, programação de sistemas, arquitetura, tecnologias e aplicações da IoT.

Algumas disciplinas presentes em um curso de Internet das Coisas são:

  • Cloud computing;
  • Empreendedorismo;
  • Engenharia de software;
  • Microcontroladores para IoT;
  • Sensores e Atuadores em IoT;
  • Segurança e privacidade em IoT;
  • Arquitetura para Internet das Coisas;
  • Técnicas de desenvolvimento de algoritmos;
  • Programação web e para dispositivos móveis;
  • Big Data, banco de dados e estrutura de dados;
  • Matemática aplicada, Probabilidade e Estatística;
  • Programação de computadores, redes de computadores e sistemas operacionais.

E como se especializar em Internet das Coisas? Antes de escolher um curso, é importante avaliar suas demandas, pesquisar a reputação da instituição de ensino e consultar as avaliações do curso no mercado.

Dessa forma, o profissional garante que a aquisição de conhecimento se dará de forma qualificada e de acordo com as necessidades da atuação profissional.

E como trabalhar com Internet das Coisas? Conheça as áreas de atuação para os especialistas nesta tecnologia.

Áreas de atuação para especialista em Internet das Coisas

Área de atuação para especialista em Internet das Coisas

Os especialistas em Internet das Coisas são requisitados em organizações de diversos setores econômicos que implementam essa tecnologia em seus processos.

Conheça as possíveis áreas de atuação para este profissional:

Desenvolvedor de aplicativos

O especialista que atua como desenvolvedor de aplicativos é responsável pelo projeto e criação de soluções para dispositivos móveis que se utilizam da tecnologia IoT.

Para isso, é preciso ter conhecimento específico em linguagens de programação para smartphones e tablets, além de softwares específicos para o desenvolvimento de aplicações.

Desenvolvedor de softwares

O especialista em desenvolvimento de softwares é o profissional que trabalha com a criação e manutenção de programas para dispositivos móveis e computadores.

Para executar a atividade, é fundamental ter conhecimento de banco de dados, sistemas operacionais e linguagens de programação.

Desenvolvedor de plataformas

Um desenvolvedor de plataformas é uma pessoa especializada em integrar o hardware ao software para que os diferentes dispositivos se comuniquem a partir do mesmo padrão de linguagem.

Especialista em segurança de informação

O especialista em Internet das Coisas que atua com segurança da informação é responsável por garantir a proteção das informações geradas e armazenadas nas redes de computadores.

Para tanto, atua na identificação dos riscos e na criação de soluções e sistemas que evitam a exposição das informações a ameaças virtuais e protegem os dispositivos interconectados pela internet.

Especialista em Big Data

Este profissional é especialista no gerenciamento de grandes volumes de dados. Ele utiliza ferramentas específicas para tratar esses dados e gerar insights para a tomada de decisões das organizações.

Desenvolvedor de machine learning

O especialista em machine learning é o profissional que atua na criação de algoritmos específicos para que dispositivos móveis e computadores funcionem adequadamente.

Esses algoritmos são responsáveis por fazer com que os dispositivos aprendam com as experiências que vivenciam e sejam capazes de tomar decisões em determinadas situações.

Para atuar nessa área, o profissional deve ter conhecimento específico em ciência de dados, estatística e matemática.

Suporte de TI

O especialista em suporte de TI trabalha na manutenção e solução de problemas relacionados aos dispositivos interconectados que utilizam IoT.

Analista de TI com especialidade em IoT

O analista de TI que se especializa em Internet das Coisas é responsável pelo gerenciamento dos sistemas e dispositivos que usam a tecnologia.

Isso significa que este profissional realiza a análise dos dados gerados pelos dispositivos e identifica soluções para melhorar o funcionamento dos sistemas.

Além de estar em contato com fornecedores, é este especialista que resolverá eventuais problemas do cotidiano corporativo e buscará inovações no mercado para fomentar a competitividade do negócio.

Consultor

O especialista em consultoria específica para Internet das Coisas é um profissional que atua prestando serviços de assessoria e orientação sobre a tecnologia.

Sua função é analisar as necessidades específicas de cada organização e fornecer soluções específicas para a implementação da IoT.

Quanto ganha um especialista em Internet das Coisas?

O especialista em Internet das Coisas tem uma remuneração variada, pois ela depende da área de atuação, da localização geográfica e da experiência do profissional.

Estima-se que esses profissionais ganhem entre R$ 3.000,00 e R$ 10.000,00.

Um profissional com formação técnica, por exemplo, ganhará menos do que um bacharel que fez uma especialização em Internet das Coisas. O consultor em IoT costuma ter remunerações maiores do que a de um analista de TI.

Porém, um especialista experiente pode se tornar um Chief Digital Officer e liderar a transformação digital em uma empresa. Neste caso, o salário de mercado varia entre R$ 30 mil a R$ 45 mil.

Certo é que quanto mais conhecimento agregado e experiência, maiores as chances de um profissional se destacar no mercado e atingir uma boa remuneração.

Para tanto, ter um perfil adequado é igualmente importante.

Perfil profissional do especialista em Internet das Coisas

Perfil profissinal de especialista em Internet das Coisas

O conhecimento sobre o mercado de trabalho para especialista em Internet das Coisas traz um panorama do que o profissional pode esperar em sua carreira.

Porém, para ser bem-sucedido, é preciso ter um perfil específico, que atenda às particularidades desta profissão. E quem pode trabalhar com IoT?

É desejável ter formação em ciências da computação, engenharia da computação ou áreas afins. Isso facilita a comunicação com áreas essencialmente tecnológicas, como a TI.

No entanto, esse profissional pode se especializar em determinadas áreas, como segurança da informação, Big Data, machine learning ou suporte de TI, como demonstrado.

O perfil generalista, que tenha afinidade com matemática, entenda um pouco de áreas que tangenciam sua formação básica e que dialogam com a tecnologia, é importante.

Na área da saúde, por exemplo, temos os relógios que monitoram os parâmetros da saúde de um paciente. O especialista deve ter um bom diálogo com os médicos para mapear as informações necessárias e desenvolver ou adaptar a ferramenta para um melhor resultado.

Confira outros pontos importantes a se considerar para um bom perfil de especialista em IoT:

  • Boa capacidade de análise e interpretação de dados;
  • Habilidades em comunicação e relacionamento interpessoal;
  • Perfil inovador, uma vez que esta tecnologia está em crescimento e constante evolução;
  • Noções sobre redes de telecomunicações, eletrônica, empreendedorismo e programação;
  • Perfil curioso e disruptivo, com atenção às novidades do mercado para buscar soluções criativas para os problemas das organizações;
  • Conhecimento específico sobre os dispositivos interconectados, bem como sobre as ferramentas e plataformas específicas para o gerenciamento desses dispositivos.

Muitos aspectos do perfil do especialista em Internet das Coisas podem ser desenvolvidos com conhecimento.

Um bom programa de desenvolvimento para aqueles que desejam protagonizar a transformação digital é, por isso, fundamental. 

O líder que deseja ampliar seu repertório de inovação e pensar diferente deve buscar cursos que o capacitem para isso.

Conclusão

O especialista em Internet das Coisas é um profissional que atua junto à área de TI e pode assumir muitas funções. Todas eles envolvem o desenvolvimento de soluções para melhorar a eficiência das organizações. 

Seja como consultor, prestando assessoria e orientação sobre a tecnologia, ou como desenvolvedor de aplicativos ou plataformas, é possível ter sucesso na carreira.

O ponto chave para isso é se capacitar com cursos que geram valor e agreguem conhecimentos desejáveis pelo mercado de trabalho. 

Junto a um perfil analítico, curioso e inovador, o profissional conseguirá traçar um caminho bem-sucedido para seu desenvolvimento profissional. 

Continue acompanhando as tendências transformadoras e aproveite para entender mais sobre inovação disruptiva!

Deixe um comentário