Categorias
Blog

Como estudar o mercado financeiro e usar a favor dos negócios?

Seja para investir, seja para trabalhar com o mercado enquanto assessor ou seja para se aprofundar no tema enquanto gestor, há sempre espaço para adentrar nesse universo. 

Quando pensamos nesse último, muitas vezes, entender o mercado vai fazer toda a diferença para uma empresa.

Líderes e gestores podem e devem acompanhar esse universo porque, no final das contas, eles estão muito associados. Mas como estudar o mercado financeiro? Como tirar proveito dele para usar a favor de uma organização? Quais livros vão ajudar?

Essas são dúvidas que pessoas com visão de negócio devem se perguntar e, claro, ir atrás das respostas. Para ajudar com isso, preparamos um breve guia com boas dicas para absorver o que há de melhor nesse tema e aproveitar esse conhecimento. Boa leitura!

banner-executive-program

Como funciona o mercado financeiro?

Antes de mais nada, é preciso entender como esse conceito funciona. O que faz o mercado financeiro tão importante? E por que também tudo que acontece impacta nele?

A verdade é que o mercado financeiro funciona como um espelho da economia como um todo. Ele reage tanto a fatores internos como externos e, com isso, influencia decisões que podem levar a lucros ou prejuízos significativos.

Mas a sua função principal é servir como um meio de encontro entre investidores e os tomadores de recursos. Basicamente: existem os vendedores, que oferecem algo, e os compradores, que querem algo em troca dessa compra.

Todo esse intermédio é feito pelas instituições bancárias. Ele envolve desde uma simples conta corrente até os investimentos mais complexos da renda variável.

São justamente os bancos, corretoras e financeiras que vão dar vez a todo o universo de operações de compra e venda de ativo que esse mercado está sujeito.

Ou seja, o mercado financeiro oferece uma série de ações financeiras bastante conhecidas, como emprestar dinheiro para bancos e o governo em troca de juros ou permitir que pessoas consigam ser sócias de uma empresa com capital aberto.

Como estudar o mercado financeiro?

Agora que já temos a base de como funciona, como podemos nos preparar para estudar esse assunto? Acima de qualquer coisa, com muita disciplina e persistência.

São esses atributos que vão permitir a aquisição de conhecimento, o que vai ajudar fortemente na sua carreira — dentro do mercado ou fora dele. Até porque empresas também pode investir no mercado financeiro. Por isso, algumas dicas práticas que vão ajudar nisso, portanto, são:

  1. Entenda o funcionamento do mercado;
  2. Estude os tipos de investimento;
  3. Acompanhe as notícias da área;
  4. Conheça os diferentes tipos de análise;
  5. Invista em networking.

A seguir, vamos detalhar mais como cada um desses pontos vai ajudar no estudo. Acompanhe!

Entenda o funcionamento do mercado

Como citamos, entender o funcionamento do mercado é a base para qualquer conhecimento. E isso passa a ser possível quando se entende como os números estão relacionados com outras áreas da economia.

Uma das formas de entender as oscilações do mercado, por exemplo, vai ser estudando as variáveis dele. Sempre que houver um desempenho que varie a inflação, os juros, a política fiscal, entre outros, é preciso perceber como isso vai impactar no funcionamento geral dele.

O domínio do funcionamento também passa por entender quais são os tipos de mercados. Por exemplo, há o mercado de créditos (empréstimos), o mercado de câmbio (moedas), o mercado de capitais (bolsa de valores) e o mercado monetário (títulos).

Estude os tipos de investimento

Tipos de investimento

Mais do que apenas entender como funciona o mercado, é importante estudar como ele se relaciona com quem lá opera — os investidores. Quando pensamos nesses agentes financeiros, o conhecimento tem que passar pelos tipos de investimento.

Existem inúmeros assuntos a esse respeito: desde saber quais investimentos são renda variável até como fazer análise técnica e fundamentalista. dentro do mercado de capitais. 

Aqui, reunimos alguns dos principais ativos do mercado financeiro da renda variável, que costumam ser o mais complexos para a compreensão de quem está começando:

  • ações: são as menores partes de uma empresa com capital aberto;
  • opções: direitos de compra ou venda com um determinado preço;
  • contratos futuros: como uma aposta com as variações de preço;
  • fundos de investimento: com alocação de vários ativos como ações e títulos públicos;
  • fundos de índice: uma composição com base em índices, como o Ibovespa, por exemplo.

Da mesma forma, os investimentos em renda fixa são:

  • CDBs: como um empréstimo com juros para o banco;
  • títulos públicos: ativos como o Tesouro Direto, com data de vencimento e juros;
  • LCIs: como empréstimos com taxa de juros para o mercado imobiliário;
  • LCAs: como empréstimo com taxa de juros para o agronegócio.

A escolha de acompanhar se aprofundar ou investir na renda fixa ou renda variável vai depender fortemente do seu perfil de investidor e seus objetivos. Da mesma forma, quando estamos falando de empresas, vai depender do que se quer com o dinheiro aplicado.

Acompanhe as notícias da área

Notícias da área do mercado financeiro

O mercado financeiro é feito por escolhas de quem vende e quem compra. E como falamos , isso faz o mercado ter muitas oscilações que mudam conforme as tendências e acontecimentos do mundo.

Uma das formas mais comuns de se estudar o mercado financeiro é com o acompanhamento contínuo das notícias da área. Procurar ler as notícias econômicas, políticas e comerciais e entender como elas podem afetar os números vai dar uma base muito forte para sua análise.

Além disso, essa prática também vai permitir que você compreenda com maior facilidade como funciona cada mercado. Por isso, um bom exercício é selecionar os assuntos em alta e entender o que eles significam.

A verdade é que é justamente o contato com o mundo real que vai dar mais know how para entender tudo que vai favorecer ou prejudicar uma decisão financeira, como abrir o capital de determinada empresa.

Conheça os diferentes tipos de análise

No mercado financeiro, existem correntes de pensamento que levam a diferentes abordagens. Apesar de já termos citado, é preciso que você tenha muito bem definido o caminho que você vai percorrer nos seus estudos: a análise fundamentalista ou a análise técnica.

A análise fundamentalista busca entender